Rua principal de Sta. Leopoldina.

Vila Velha x Cariacica x Sta. Leopoldina x Sta. Maria de Jetibá (+150km)

Há tempos queria fazer esse circuito… Pretendia bater meu recorde de 145km num dia e planejei esse com aproximadamente 170km (no final foram 177km). Até então meu maior pedal havia sido na viagem entre Conselheiro Pena e Ponto Belo (MG), com 146km.

Acordei no sábado (25/01/14) por volta das 03:30 da madrugada. Arrumação pro pedal e sai de casa aproximadamente as 4:30 com destino a Sta. Maria de Jetibá.

Café tomado, mochila pronta, parti. Andar pela cidade de madrugada é interessante. Os butecos todos lotados, cheiro de cerveja no ar, pessoas gritando, pegação nas esquinas. Segui firme e forte num ritmo acelerado até Cariacica Sede, para poder fugir o quanto antes das vias mais movimentadas. Queria pegar logo o asfalto em direção à serra.

Parada rápida para a primeira foto do dia e o sol começou a apontar no horizonte. O asfalto estava maravilhoso, com poucos carros nos dois sentidos, friozinho gostoso e completamente sem vento. Até então esse trecho não mudou nada desde a semana passada (o relato desse pedaço está aqui).

Logo na entrada da cidade de Leopoldina existe uma casa que oferece o serviço de Cama e Café (literalmente isso), onde os turistas se hospedam para pernoitar. Tirei fotos do local e da placa com o telefone (que estarão logo abaixo na galeria de fotos).

De Leopoldina em diante, começou a subida da serra. Um asfalto super tranquilo e bonito. Dezenas de pequenas fontes de água para ajudar a matar a sede. Desde pequenas bicas até algumas cachoeiras menores. Essa primeira etapa (de Leopoldina até a represa de Suissa) tem aproximadamente 8km de subida.

Mesmo depois da hidroelétrica as subidas não param! O bom é que a inclinação raramente passava dos 8%-10%, tornando o passeio bem suave.

Ao longo do caminho muita sombra, alguns bares/padarias para aliviar a fome e sede. O melhor deles é o Restaurante dos Japoneses. Pessoal super atencioso com várias opções.

Passando o Restaurante dos Japoneses, (mais subida) encontrei a Barragem da Usina Hidroelétrica de Rio Bonito já na metade do caminho entre Leopoldina e Jetibá. A partir daí o terreno fica mais plano, o esforço diminui e podemos passar alguns quilômetros às margens da lagoa formada pela barragem da hidroelétrica.

Um fato que chamou a atenção foram as várias quedas de barreiras ao longo da via causadas pelas chuvas do final do ano. Em quase todas elas, existiam máquinas e pessoas trabalhando na contenção das encostas.

A chegada em Jetibá foi legal. Metade da missão havia sido cumprida (mas faltava voltar tudo de novo).

garmin

Um fato curioso da cidade é o cheiro constante de galinheiros no ar… A cidade é uma grande produtora de ovos aqui no estado, e a quantidade de granjas de galinhas nos arredores é muito grande.

Um breve descanso no posto de gasolina local, mais um repositor eletrolítico e pronto pra descer a serra.

A descida foi bem mais rápida. Fiz um pit stop para almoçar em Leopoldina e segui viagem. Cheguei em casa por volta as 17:30 (no total foram aproximadamente 13 horas de viagem, sendo 10:20 em movimento).

Nesse pedal consumi uns 6,5 litros de água pura, 1,5 litros de repositor eletrolítico e 1,6 litros de suplementos com água (VO2 em pó, Glutamina e Atomic 7 – tudo com recomendação de nutricionista esportiva).

E que venha agora o pedal de 200km!

Distância total: 113.13 km
Velocidade média: 23.09 km/h
Tempo total: 07:24:09
Baixar arquivo

 

Os detalhes técnicos do pedal (calorias, altimetria, distância, tempo, etc) estão aqui.

 

Trilha sonora da viagem:

Papo de Gordo 125 – Especial de aniversário volume 5

Radiofobia Classics #07 – The Smiths

Cabaré Cast 72 – Filmes a dois com gestos obcenos

Na Porteira Cast 35 – Legendas não oficiais

Papo de Gordo 126 – Perdão

Papo Lendário #93 – A Mitologia

MRG 204: O pedinte pediu – Lobo entre as focas

Nerdcast 398 – A Era dos dinossauros

 

Seguem as fotos do dia…

5 ideias sobre “Vila Velha x Cariacica x Sta. Leopoldina x Sta. Maria de Jetibá (+150km)”

    1. Que isso colega… o que é bom tem que ser dito! Como faço muitos pedais longos, eu escuto apenas podcasts. E no final de cada um, eu listo aqui o que ando ouvindo!

      Abraços,

      Werther.

  1. Olá,boa noite! moro em vila velha(IBES),já algum tempo venho pensando em fazer este trajeto p/ S. MARIA JETIBÁ,mas porém sozinho não é uma boa,tenho uma bike muito boa,se vc se interessar….
    Abraços!

    1. Paulo bom dia. Obrigado pelo contato e desculpe-me pela demora em responder.

      Esse passeio é muito bonito. O trecho entre Sta. Leopoldina até o Restaurante do Japonês (metade do caminho até Sta. Maria de Jetibá) é muito feito pelo pessoal de speed, para treinos em subidas.

      Eu fui sozinho, num final de semana, e não peguei muitos carros nem caminhões. Claro que acompanhado é sempre melhor!

      Abraços e bons pedais.

      WK.

Deixe um comentário