Arquivo da tag: Biketour

O dia em que pedalei 200 km e bati me recorde de distância!

Esse pedal aconteceu no dia 15/05/2014. Eu sai de casa preparado para pedalar 100 km na Rodosol com a bike de Speed (Caloi Sprint 20). A água estava congelada em meu reservatório, porções de BCAA, e um sanduíche congelado para comer no meio do caminho. Mas depois de 35 km de pedal (próximo à entrada do Parque Paulo Cesar Vinha), sem vento, com temperatura agradável e me sentindo super disposto veio o comichão… E se eu desse uma esticadinha até 200 km para bater meu recorde de distância em um único pedal? Dito e feito.

Pensei numa rota em que poderia fazer pequenas paradas de 5 minutos a cada 50 km e intervalo maior de uns 15 minutos com 100 km para poder almoçar e me hidratar melhor.

Resolvi seguir pela Rodosol até Anchieta, passando pela estrada de Ubú até Jabaquara (nas margens da BR-101), voltar e continuar pela Rodosol até Vila Velha.

20140515_090030 (Cópia)

Após 50 km fiz a primeira e breve parada às margens da rodovia para dar uma descansada "preventiva".

Segui viagem rumo a Anchieta. Chegando próximo da cidade, entrei brevemente na estrada que leva à Praia de Castelhanos para ter um visual do balneário. Como a maré estava bem baixa nesse dia, deu pra ver o recuo do mar e os bancos de areia expostos na praia.

20140515_100919 (Cópia) 20140515_100956 (Cópia)

Visual de cima do morro, chegando na Cidade de Anchieta.

Aproveitei e fiz uma graça com o amigo Donato Almeida e Márcia Busatto, tirando uma foto em frente ao hotel 5 estrelas deles.

20140515_101314 (Cópia)

Essa casa tem muitas histórias do MTBeer... Os entendedores entenderão.

Cheguei no Santuário de Anchieta com aproximadamente 75 km e tive que fazer nova parada para tirar algumas fotos, quando percebi que meu plano de parar a cada 50 km já tinha ido pro espaço… O lugar é muito bonito e famoso por receber os andarilhos dos Passos de Anchieta no último dia do evento.

20140515_103539 (Cópia) 20140515_103558 (Cópia) 20140515_102410 (Cópia)

Algumas fotos da Igreja e da escadaria lateral que leva à região do porto da cidade.

Acabei me alimentando novamente e peguei mais 50 km (contando a ida e a vota) de Anchieta até o trevo de Ubú, entrando para Jabaquara.

Em Jabaquara (nas margens da BR-101) existem algumas opções de butecos e mercadinhos para comprar comida e água. O lugarejo é legal e tem uma área muito bonita nas margens do Rio Beneventes, com um deque e alguns quiosques em estilo rústico (infelizmente não tirei foto).

Já eram aproximadamente 12:00. Tomei 600 ml de água de coco, comi meu sanduíche congelado (pão de forma, queijo mussarela, peito de peru defumado, tudo isso com uma camada gorda de Nutella) e completei minha água do reservatório.

O asfalto desse trecho é muito bonito, com pouca sujeira na pista e bem conservado. Cheguei na Rodosol e comecei a voltar. Parei no Parque Paulo Cesar Vinha para completar novamente o reservatório e percebi que a conta não ia fechar os 200 km… ainda me faltariam aproximadamente 4 km.

Fui até o pedágio e voltei novamente em direção a Guarapari. Apesar de ter dado “um passo para trás” percebi que minha amiga Endorfina estava a mil! Já eram umas 15:30-16:00 horas. O sol estava quase se pondo  e deveria ter mais uns 50 minutos de luz. A temperatura estava baixa novamente. A cadência estava a mil. Estava alimentado, hidratado e com uma motivação para fazer mais uns 100 km fácil…. quem já sentiu essa empolgação sabe do que estou falando (nesse outro pedal aqui eu descrevo essa mesma sensação).

Enfim, depois de 8:30 em movimento e 10:16 no total, chego em casa com a missão do dia cumprida… 201 km em um único pedal.

20140515_170621 (Cópia)

 

Agora em junho devo tirar um dia inteiro para poder fazer um Audax de 300 km. Ainda não tenho a rota definida pois vai depender do tempo e vento.

Gostou do post? Tem alguma dúvida, sugestão ou comentário? Entre em contato aqui embaixo e não esqueça de curtir e compartilhar em suas redes sociais.

Abraços e bons pedais.

WK.

Distância total: 201.4 km
Velocidade média: 24.76 km/h
Tempo total: 10:16:28
Baixar arquivo

11º Caminho do Imigrante – Vila Velha, Sta. Leopoldina, Sta. Tereza (+110k)

A idéia original era fazer os 160km saindo e voltando de Vila Velha, mas no final… O celular quebrado e a esposa preocupada me fizeram pegar uma carona na volta. Então foram só 110km dessa vez.

Eu já havia feito um pedal parecido, saindo de Vila Velha até Sta. Maria de Jetibá e queria tentar fazer um longão hoje novamente.

Saí de casa as 3:30 da madrugada para encontrar a turma na praça da Garoto. Mais um encontro na Carlos Lindemberg e seguimos para o destino. Foram aproximadamente 2:30 de pedal desde minha casa até Sta. Leopoldina. Um frio danado… o garmin marcava 13,3ºC, mas com as descidas a 50km/h a sensação era muito menor. Foi muito legal ir encontrando os colegas e amigos de pedal nos carros durante a ida. Sempre que uma buzina era tocada, dava mais força e gás para chegar logo.

O clima na largada estava demais. Muita gente animada, muitas bikes, diferentes grupos de pedal… O legal de um evento desses é encontrar os amigos que há tempos não vemos e fazer novas amizades.

DSC00417 (Cópia)

Logo na chegada em Sta. Leopoldina

 

DSC00415 (Cópia)

Concentração das bikes.

 

DSC00414 (Cópia)

Encontrando com os amigos na área da concentração.

 

DSC00413 (Cópia)

Carbohidratos para o início da jornada (aipim, batata doce, inhame cozido, etc.)

 

Depois desse café da manhã e um rápido descanso, saí antes do pessoal com destino a Sta. Tereza. Fiquei surpreso com a primeira ladeira de 4km. Ano passado ela parecia bem maior, mais cansativa e desafiadora. Na época parei umas quatro vezes para descansar… hoje tirei ela de letra. Tudo bem que fui bem devagar, pois até então a idéia era voltar todo o trajeto de bike.

Durante o caminho, vários locais agradáveis, conversas e brincadeiras “sadias”. O único senão foi o excesso de veículos subindo a serra, o que tornou essa parte um pouco perigosa para os menos desavisados.

DSC00425 (Cópia)

Foto do pessoal do MTBeer em uma das paradas de água.

 

DSC00423 (Cópia)

Essa brincadeira sempre faz parte dos pedais.

 

DSC00420 (Cópia)

Isso aí é o que disse sobre os carros tirando fino.

 

DSC00419 (Cópia)Parada para foto em frente à Cachoeira Véu de Noiva.

 

DSC00418 (Cópia)

Essa casinha é linda e nunca me canso de admirá-la. Fica na margem da estrada.

 

Chegando em Sta. Tereza, fomos direto para o Bar Elite. Um reduto tradicional da Bohemia local. Eles tem uma cerveja muito gostosa e uns petiscos maravilhosos! Vale a pena conferir… A decoração do local é linda e remete aos tempos das décadas de 50/60.

DSC00429 (Cópia)

Bár Elite (assim mesmo… Bár).

 

DSC00428 (Cópia)

Esses baleiros da Garoto são raros e difíceis de serem encontrados.

 

E pedal do MTbeer que se preze, sempre termina com alguma cerveja gelada…

DSC00427 (Cópia) DSC00430 (Cópia) DSC00431 (Cópia)

 

 

A cidade é linda, calma, bucólica com pracinha e homenagem aos combatentes da 2ºGuerra (como muitas cidadezinhas do interior do Brasil). Claro que não podia deixar de registar isso.

DSC00432 (Cópia) DSC00433 (Cópia) DSC00436 (Cópia)

 

Gostou do post? Tem alguma crítica ou sugestão? Entre em contato por e-mail ou nos comentários aí embaixo.

Não esqueça de curtir e compartilhar a página nas redes sociais.

Bons pedais,

 

WK.

 

Distância total: 112.56 km
Velocidade média: 22.51 km/h
Tempo total: 08:41:12
Baixar arquivo